(21) 2223-1939 e (21) 3177-0070 negocios@logicatecnologia.com.br Horário de funcionamento 08h30min às 17h30min

Outsourcing e Terceirização: qual é a diferença?

outsourcing

Chegou a hora de escolher o melhor serviço de terceirização em equipamentos de informática para o seu negócio. Você pode se deparar com um termo não muito conhecido. O outsourcing. Por muitas vezes, ele é tratado como um sinônimo do ato de terceirizar. O que é um erro e pode ocasionar ainda mais dúvidas.

Tratam-se de práticas diferentes, porém que conversam entre si – daí a confusão. Por isso, explicaremos, abaixo, suas definições. As formas mais frequentes de uso e os pontos em que mais se assemelham. Para responder essas questões e explicar bem as respectivas características. Confira agora como e por que a terceirização e o outsourcing são conceitos diferentes:

Terceirização em uma empresa

No meio empresarial, a expressão “terceirizar” é usada para a contratação de companhias que irão executar tarefas de apoio às atividades de uma empresa. Porém, com menos influência em seu modo de trabalho.

Seu principal objetivo é a diminuição dos gastos. Em especial, no que diz respeito aos impostos trabalhistas. Um exemplo é o celular iPhone. Ele é criado e vendido nos Estados Unidos, mas feito na China, onde a mão de obra é mais barata e gera menos custos no total.

Outsourcing em uma empresa

De outro ângulo, o outsourcing (“fonte externa”, em tradução livre do inglês) ocorre de outra forma. Ao passo que um negócio externo passa a gerenciar um departamento de outra empresa, exercendo ali um papel estratégico.

O serviço contratado deve, portanto, ter uma noção profunda da área em que está inserida. Até por nutrir uma verdadeira relevância na performance da contratante. A prática pode ser exemplificada por uma loja de tecidos que contrata um escritório de contabilidade para tratar de seu lado contábil.

Serviços que costumam ser outsource

Em paralelo, o outsourcing é comum em áreas-chave. Tais quais a gestão de setores de Compras, Finanças, Jurídico, Recursos Humanos (RJ), Tecnologia da Informação (TI) e Vendas, por exemplo.

Serviços que costumam terceirizar

É mais frequente terceirizar funções de condição mais prática e/ou braçal. Como alimentação, jardinagem, limpeza, logística, manutenção, portaria, segurança, transporte, vigilância, entre outros.

Quando o outsourcing é melhor?

Em vista da grande concorrência e do dinamismo no mercado, independente de qual seja, não é possível para seus funcionários internos ficarem atualizados constantemente do melhor da sua área. Pois seu foco imediato são as demandas do próprio negócio.

Nesse sentido, gozar de um grupo remoto, contendo peritos e com muitos experiência de trabalho, é capaz de representar a peça que faltava para manter o avançado de sua companhia. A ponto de se manter no jogo e com gasto menor.

Quando a terceirização é melhor?

Indícios de conflitos e desalinho de elementos são um alerta de que deve ser a hora da terceirização. Como controle das atividades, gastos, gestão e segurança. No caso da busca por mais eficiência operacional e menos custos no que não representa a atividade-fim da empresa, é a opção ideal, inclusive em aprimorar a produtividade.

É uma matemática bem fácil. Se uma certa tarefa é essencial na sustentação do seu negócio, porém, demanda bastante tempo e recursos demais para cuidar dele, terceirizar pode ser uma saída positiva.

Tipos de outsourcing

Há um trio de categorias mais usadas quando se fala em Outsource: Nearshore, Offshore e Onshore.

NEARSHORE OUTSOURCING

Serviços fornecidos por companhias do exterior. Porém, com pontos de convergência com a contratante. Como fuso horário similar e idioma, a fim de facilitar o entendimento. Não é tão comum no Brasil, devido às nações de língua portuguesa em sua maioria, terem fusos horários muito diferentes do brasileiro;

OFFSHORE OUTSOURCING

Segue a migração de serviços para outros países por redução de gastos com pessoal. Mas, foca na área de assistência técnica, criação de softwares e manutenção. É mais frequente nos Estados Unidos e Europa, que fazem a transição para a China e Índia, por exemplo;

ONSHORE OUTSOURCING

Método mais aplicado no Brasil. Funciona com a empresa contratada bem mais próxima da contratante. Às vezes até na mesma cidade, o que melhora a comunicação e as habituais reuniões entre ambas. As horas de funcionamento costumam ser os mesmos para as duas companhias.

Tipos de terceirização

Na maioria dos casos, também é possível terceirizar por meio de trio: serviço de fabricação, de processos específicos e o operacional.

SERVIÇO DE FABRICAÇÃO

Costuma se restringir à indústria, como as fabricantes de automóveis. Contrata uma companhia externa para desenvolver e montar as janelas de seus carros;

SERVIÇO DE PROCESSOS ESPECÍFICOS

O intuito são ações internas e/ou exclusivas. A fim de que a contratante possa focar em sua atividade-fim, tal qual um mercado adquirindo um serviço terceirizado de entrega;

SERVIÇO OPERACIONAL

Mais comum no ramo da fabricação, em que sobram cargos para operações bastante específicas. Por exemplo, no caso de consertos esporádicos e manutenção de maquinário.

Uma das melhores opções para terceirização nos últimos anos se refere aos aparelhos de informática das empresas, com um custo-benefício imenso diante do mercado. Sabendo disso, a Lógica Tecnologia aluga equipamentos de TI para todo o estado do Rio de Janeiro, com suporte exclusivo e pronta entrega.

.